Não Consideração de Períodos Especiais

Muitas vezes o segurado exerceu atividade exposto a agentes nocivos e, quando isso acontece, ele deve apresentar o PPP para que estes períodos sejam considerados como especiais.

Para homens a conversão do tempo tem acréscimo de 40% e, para as mulheres, de 20%.

Todavia, muitas vezes o INSS não reconhece os agentes nocivos ou atividade especial apresentada no processo e concede o benefício com valor menor do que o possível. Nestes casos, as diferenças são enormes, podendo chegar a dobrar o benefício.

Muitos períodos não homologados pelo INSS podem ser considerados especiais na Justiça e você ainda pode receber as diferenças dos atrasados dos últimos 5 anos.

Não vá embora com dúvidas!

Atendimento com advogado especializado! Nossa equipe está esperando sua mensagem!

    [contact-form-7 404 "Não encontrado"] oooo