Revisão dos Períodos Concomitantes

A revisão dos períodos concomitantes é nova e muita gente pode ser beneficiada. Ela serve tanto para pessoas que trabalhavam em dois empregos ao mesmo tempo quanto para quem tinha dois vínculos de trabalho. Além disso, serve para quem tinha um trabalho registrado, mas também tinha uma empresa e contribuía por ela ou pelo carnê.

Antes de 2019, o INSS considerava a segunda ou terceira atividade como atividade secundária e os salários desses vínculos não eram somados na integralidade para serem considerados como base de cálculo do salário da aposentadoria. Porém, isso mudou e agora o correto é se somar esse salário de benefício da integralidade pra formar essa base de cálculo.

Vejamos um exemplo:

Um químico que trabalhava na indústria farmacêutica como atividade principal ganhava R$4000,00 por mês. Além disso, ele também dava aulas de química à noite ganhando R$2000,00 por mês.

O INSS fazia cálculos separados e considerava, de forma muito inferior, a atividade secundária.

Com essa revisão, o INSS considera a somatória das rendas (6000 reais de renda), sendo muito mais fácil alcançar o teto da aposentadoria.

Portanto, se você trabalhou em algum período em dois ou mais empregos, ou contribuía pelo carnê ou como empresa e tinha registro, ou ainda trouxe período de servidor para o INSS no mesmo período que estava trabalhando registrada, essa revisão é para você.

Como os casos divergem em pequenos detalhes, recomendamos que você entre em contato para que seu caso seja analisado e você receba tudo o que tem direito.

Não vá embora com dúvidas!

Atendimento com advogado especializado! Nossa equipe está esperando sua mensagem!

    [contact-form-7 404 "Não encontrado"] oooo